Que tal um passeio por Lisboa?

Os bairros ou freguesias, como nossos colonizadores portugueses preferem chamar, são a alma de uma Capital cheia de vida que encanta cada vez mais brasileiros que desejam viver em Portugal.

Um dos bairros mais famosos é Alfama, com características históricas reconhecidas por, no passado, ser a principal residência de pescadores, e é hoje um dos principais lugares escolhidos por famílias para viver.

Considerado o berço do Fado, possui uma forte personalidade que são suas ruas estreitas que aparentam formar labirintos.

Graça, localizado próximo a Alfama, é considerado uma das colinas de Lisboa, por sua localização e característica geográfica é como uma pequena aldeia independente do resto da cidade. Um bairro contemplado por restaurantes, bares, cafés e casas de gastronomia portuguesa.  Além disso, é dona de vistas e miradouros fenomenais.

São Vicente, vizinho de Graça e Alfama, o bairro herdou o nome de um dos principais padroeiros da cidade. Neste bairro estão dois consagrados pontos turísticos: o Panteão Nacional e a Igreja de São Vicente de Fora.

Mouraria, um dos bairros com maior tradição histórica, recebeu o nome devido ao fato de D. Afonso Henriques, após a conquista de Lisboa, ter confinado em uma zona da cidade os muçulmanos. Foi nesse bairro que permaneceram os mouros após a Reconquista Cristã.
É provavelmente o bairro com maior encontro de várias culturas e ainda hoje a região é reconhecida por abrigar antigas tradições populares.

Baixa Pombalina, carinhosamente apelidada de “coração do coração de Lisboa”, abriga uma área que vai desde a Praça do Comércio até o Rossio, faz parte da zona comercial de Lisboa e abriga importantes locais, como: Museu do Design e da Moda e o Elevador de Santa Justa.

Está gostando do passeio? Precisa de um mapa para se localizar?

Chiado foi eleito a zona mais chique da parte central da cidade, além de abrigar lojas tradicionais, cafés e gastronomia típica, é uma região que mistura história com espaços modernos.
Neste canto da cidade está a famosa e brasileira gelateria Santini, o Largo do Carmo (local protagonista da revolução de 25 de abril) e o Convento do Carmo. Chiado também é dono de uma das mais belas vistas de Lisboa para o Rio Tejo.

Bairro Alto, popularmente conhecido como o destino noturno e boêmio da cidade. Bares, discotecas, restaurantes e uma multidão de turistas e moradores locais tomam conta das ruas dessa região. No Bairro Alto existem opções para diferentes paladares e culturas, tudo isso reunido dentro de uma das mais antigas freguesias de Lisboa.

Príncipe Real é o vizinho elitizado do já apresentado Bairro Alto. É um bairro mais tranquilo, porém, com excelentes opções noturnas para passeios, gastronomia e para desfrutar de um bom vinho. Aqui está localizada a encantadora Praça das Flores.

Estrela, um bairro popular de Lisboa que abriga antigas freguesias da Lapa, Santos e Prazeres. Conhecida popularmente pela Basílica da Estrela e pelo seu jardim vizinho, é uma região residencial que encanta turistas, localizada bem próximo ao Mercado de Campo Ourique.

Belém é a região responsável por nomear uma das delícias da gastronomia portuguesa, o pastel de Belém, fica localizado em um dos extremos da cidade e é destino obrigatório para quem visita Lisboa.
O bairro abriga diversos pontos turísticos e mesmo que o objetivo seja visitar apenas os pontos mundialmente conhecidos, será necessário pelo menos dois dias na região.
Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Mosteiro dos Jerónimos e o Centro Cultural são bons exemplos de atrações que encantam quem passa pela região.

Parque das Nações é, se comparada a qualquer outra região, o local mais moderno da cidade. Completamente reconstruída, a região é residencial e abriga referenciadas escolas, hospitais, centros comerciais e como qualquer parte de Lisboa, é também casa de muita história.